NOTÍCIAS

Revoltante – mulher pede comida mas faz exigência na entrega: 'motoboy branco não gosto de preto'

Esse caso aconteceu recentemente em Goiânia e está mexendo muito com as pessoas que estão tomando conhecimento, pois foi através de um pedido de tele entrega de comida que foi feito esse um outro pedido muito inusitado e nada convencional. E que também impactou muito.

É que juntamente com o pedido de entrega do delivery, veio uma observação que causou muito desconforto nas pessoas, na nota fiscal pedia para que o entregador fosse de pele branca, pois a pessoa que iria receber não gostava de pessoas de pele negra ou de pele parda.

Isso é considerado um ato de racismo, e é muito grave, então a dona da empresa, foi até a polícia registrar uma ocorrência sobre o assunto, e a polícia já está investigando para descobrir quem é a pessoa autora desse pedido e desse ato racista, essa pessoa quando encontrada responderá pelo seu ato.

O cadastro dessa pessoa que fez o pedido já foi desativado completamente, ou seja, ela não poderá mais usar o mesmo, além de estarem sendo tomadas todas as devidas providências para que essa pessoa seja devidamente responsabilizada e responda pelo que ela fez.

O motoboy que fez a tele entrega, contou que foi recebido por duas mulheres no local da entrega, e que quando ele as questionou sobre o ato racista, elas negaram terem feito aquilo, mas uma delas deu a entender que poderia ter sido o seu próprio marido, logo depois ela se contradisse, e ele ficou sem uma resposta correta.

O delegado Joaquim Adorno é o responsável por esse caso específico, pois mesmo que não tenha havido nenhuma denuncia, é um caso de origem pública e que diz respeito ao ser humano de uma forma geral, acaba afetando todas as pessoas envolvidas de certa forma. Então cabe a polícia a investigação desse ato criminoso.

SIGA-NOS  google news siga-nos

Compartilhe isso:

TV MRNews Não perca também: