NOTÍCIAS

FAMOSA VIDENTE DIZ SE BOLSONARO VAI MORRER E PREVISÕES RUINS PARA O BRASIL: 'TERRÍVEIS'

No Brasil existem muitos sensitivos, eles são famosos por suas previsões e alguns acabam se destacando por suas previsões certas, e ganhando muita fama, um desses sensitivos é Márcia Fernandes muito conhecida por conseguir enxergar coisas que ninguém mais vê, ela participa de muitos programas onde expõe suas previsões.

Deste modo Márcia acabou participando de um programa de televisão onde a mesma fez novas previsões, ela deu muito oque falar com as previsões ao presidente Jair Messias Bolsonaro, e fez grandes revelações que preocuparam os eleitores do atual presidente da república, na oportunidade ela disse o seguinte.

A sensitiva disse que o presidente passará por um momento muito difícil, e que o mesmo será sujeito a uma nova cirurgia após o fim do ano, tendo graves complicações a saúde, mas ressaltou que ele não irá morrer, desmentindo previsões de outros sensitivos, Márcia Fernandes tem o respeito e admiração de muitos brasileiros.

Porém outras pessoas se mostraram contrariadas sobre as previsões de Márcia dando início a uma enorme discussão na web, a mesma não falou sobre, mas muitos criticaram e a chamaram de mentirosa, dizendo que a mesma não se tratava de Deus para prever as coisas, ela completou as previsões ainda dizendo o seguinte.

“A gente vai estar com alguns trânsitos terríveis. Gente perdendo emprego. Dificuldades de empregos. Alguns cataclismos estarão acontecendo tipo pegar fogo em algum lugar. Virar navio“, disse Márcia Fernandes no programa da RedeTV!.

Não é a primeira vez que videntes fazem previsões sobre o futuro de Bolsonaro. Alguns acertaram, como uma astróloga. Já o vidente Carlinhos errou uma previsão sobre outro presidente, Michel Temer. Ele garantiu que Temer renunciaria, o que nunca aconteceu, estás previsões acabam sendo muito discutidas pelos pessoas e varia a cada crença e religião, vale ressaltar que nem uma delas pode ser comprovadas antes que aconteça.

Compartilhe isso:

TV MRNews Não perca também: