NOTÍCIAS

Limeira fecha 2021 com índice de perdas em 19,67% – Notícia de Limeira

Compartilhe

 Indicador abaixo da média nacional mantém o município em destaque com um dos menores volumes de perdas de água do país

 O índice de perdas de água em Limeira fechou em 19,67% em 2021. O resultado é fruto do trabalho realizado pela BRK, empresa responsável pelos serviços de água e esgoto na cidade. O percentual representa menos do que a metade do índice encontrado no início da concessão, em 1995, quando o indicador era de 45%.

 Tal redução no volume de água perdida pelo sistema de distribuição do município tem impacto direto na conservação dos recursos hídricos. E, para isso, vale uma comparação: se em 2021 o índice de perdas de água de Limeira ainda fosse de 45%, cerca de 6 bilhões de litros de água teriam sido perdidos ao longo do ano. A economia, então, proporcionada com a redução das perdas para 19,67% foi fundamental para que Limeira enfrentasse o extenso período de estiagem do ano passado. Os 6 bilhões de litros economizados hoje são suficientes para abastecer todo o município, que possui atualmente 308 mil habitantes, por 116 dias ou quase 4 meses.

 De acordo com dados do Ranking do Saneamento de 2021, divulgado pelo Instituto Trata Brasil, o país perde, em média, 39% da água potável produzida, o que significa que para cada 100 litros de água produzida no Brasil, 39 litros não chegam formalmente a nenhum imóvel. Nesse mesmo ranking, Limeira apareceu em primeiro lugar no comparativo sobre o índice de perdas volumétricas, que avalia a quantidade de litros de água perdida diariamente por ligação. O indicador, analisado pela primeira vez no estudo, revela que a cidade possui o menor índice de perdas de água no comparativo com os cem maiores municípios do país, com 77,97 litros/dia por ligação. A média observada no estudo é de 454,75 litros/dia por ligação e o patamar considerado ótimo é de 250 litros/dia.

 

 “Ter um índice abaixo da média nacional é uma conquista para Limeira. E o mais importante é que temos conseguido evoluir com nossos resultados ao longo dos anos. Desde 2002, Limeira tem mantido o índice de perdas de água abaixo dos 20%”, comenta Rogério Lima, gerente de operações da BRK.

 Para evoluir na redução do índice de perdas, a concessionária executa uma série de ações contínuas. Em 2021, foram feitas pesquisas de vazamentos não visíveis ao longo de 694 quilômetros das redes e ramais de distribuição de água, vistorias para identificação de fraudes, substituição e modernização do parque de hidrômetros da cidade, de acordo com critérios técnicos de avaliação e tempo de uso dos equipamentos, além de serem criados dois novos setores de abastecimento nos bairros Jardim Mercedes e Parque Roland e implantados três novos setores de controle de pressão na região dos bairros Jardim Piratininga, Jardim Porto Real e Jardim América.

 A concessionária também realizou a substituição de aproximadamente 9 quilômetros de redes e de 1.200 ramais, além da instalação de equipamentos para monitoramento das pressões no sistema de distribuição de água com o intuito de identificar possíveis alterações e reduzir vazamentos na rede.

 Como ação de otimização, a BRK também implantou um sistema automático de modulação das válvulas reguladoras de pressão em cinco regiões da cidade, visando melhorar a gestão dos serviços prestados e o desempenho hidráulico das redes de distribuição de água para redução de vazamentos. O mesmo sistema foi aplicado no controle operacional de uma das estações de bombeamento de água, promovendo a redução do número de rompimentos em redes e ramais, assim como a diminuição de ocorrências de falta d´água com maior eficiência no consumo de energia elétrica das instalações.

 “O principal objetivo dessas ações é termos maior disponibilidade de água para a população de Limeira e permitir o crescimento ordenado do município, diminuindo o impacto ambiental na captação de água do manancial e prestando assim um serviço de qualidade para a cidade. Ações que visam reduzir as perdas no sistema de distribuição de água vão ocorrer durante toda a concessão, uma vez que essa é uma atividade rotineira e contínua”, complementa o gerente.

 Entre as ações previstas para 2022 estão: seis mil vistorias para gestão e identificação de fraudes, implantação de novos setores de macromedição, instalação de novas válvulas controladoras de pressões, hasteamento e execução de pesquisa ativa de vazamentos não visíveis, assim como a substituição de oito quilômetros de rede e aproximadamente 1.300 ramais de água. (Da redação portal Notícia de Limeira)

Compartilhe

Comentários

comentários